SEGURANÇA

Polícia Civil investiga autoria de homicídio em Pinheiro Machado

Além das facas, com o acusado foi apreendido dois celulares Foto: Divulgação TP

O início da manhã de domingo (6) foi de intensa movimentação em Pinheiro Machado. Em questão de meia hora foram registrados um homicídio e uma tentativa de homicídio.

De acordo com a Polícia Civil de Pinheiro Machado, por volta das 6h, o plantão foi acionado pela Brigada Militar para atender um homicídio em frente a um conhecido bar da cidade. Após uma discussão, foi atingida por uma facada no abdômen, Bruna Goularte dos Santos (que possuía o nome de batismo como Sérgio), de 36 anos. Ela foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Saúde (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

A transsexual Bruna era muito conhecida na cidade Foto: Divulgação TP

Cerca de meia hora mais tarde, por volta das 6h30, Itelmar Pires, que estava com outras pessoas em um posto de combustíveis, também foi vítima de esfaqueamento. Segundo a polícia, ele ficou ferido em um dos braços e no abdômen, mas não corre risco de morte.
Testemunhas e imagens de câmeras de segurança auxiliaram a polícia na identificação do autor da tentativa de homicídio contra Itelmar. De posse de informações da identidade do suspeito, iniciaram-se diligências para a captura do autor, que foi localizado pela Brigada Militar instantes depois em sua residência.

De acordo com o comando da Brigada Militar, junto com o suspeito foram encontradas duas facas com marcas de sangue, oportunidade em que o acusado teria confirmado a autoria do crime. Na ocasião, ele recebeu voz de prisão em flagrante e foi encaminhado ao Pronto Socorro para realização de exame de corpo de delito e posteriormente, a Delegacia de Polícia para o registro dos fatos, de onde seguiu para o Presídio Regional de Bagé (PRB).

Quanto ao homicídio, segundo um dos agentes da Delegacia de Polícia de Pinheiro Machado, informações apontam para a mesma autoria da tentativa. O acusado da morte de Bruna possui antecedentes por tráfico de drogas e se encontrava em liberdade condicional, também como suspeito do crime, porém as investigações continuam para que a autoria seja esclarecida.

Aparelho celular e faca apresentava manchas de sangue Foto: Divulgação TP

Autor da tentativa de homicídio foi preso instantes depois Foto: Divulgação TP

Comentários do Facebook