SAÚDE

Hemopel reforça alerta para baixo estoque de sangue

Por Anderson Ribeiro

Estoque está abaixo da marca de segurança em caso de necessidade Foto: Divulgação TP

A doação de sangue é um gesto solidário de doar uma pequena quantidade do próprio sangue para salvar a vida de pessoas que se submetem a tratamentos e intervenções médicas de grande porte e complexidade, como transfusões, transplantes, procedimentos oncológicos e cirurgias.
Uma única doação pode salvar até quatro vidas. Um simples gesto de amor e solidariedade pode gerar muitos sorrisos. Faça sua parte, independentemente de parentesco entre o doador e quem receberá a doação. Há mais de um ano a pandemia do novo coronavírus alterou a vida e a rotina da sociedade. No enfrentamento à covid-19, muitos serviços da área da saúde passam por severas dificuldades para o atendimento pleno à população. Um deles é o do Hemocentro de Pelotas que atende a 23 cidades da região Sul e da Campanha.
A diretora do Hemopel, Gisele Pinto, reforça que os estoques com bolsas de sangue seguem muito baixos. “Os estoques de sangue estão reduzidos e precisamos de apoio de toda a população daqui da região de Pelotas como daí da região da Campanha para que possamos continuar suprindo as necessidades das comunidades. Estamos com estoque cerca de 60% abaixo do considerado seguro”, enfatiza Gisele.

COLETA – Até o ano de 2019, o Hemocentro realizava ações mensais em cidades como Bagé, onde uma equipe era deslocada até o Hospital Universitário para realizar a coleta de sangue de doadores. No entanto, com o avanço da pandemia, o serviço deixou de ocorrer. “Por isso, eu friso que nós do Hemopel estamos contando com a atenção de instituições e dos municípios para que se organizem e tragam seus doadores até o Hemocentro porque vão poder doar com toda a segurança seguindo os protocolos de saúde, sem riscos de contaminação por covid-19”, destaca a diretora do Hemopel.
O Hemocentro de Pelotas fica localizado na avenida Bento Gonçalves, 4569. Informações do serviço podem ser obtidas pelo telefone (53) 32223002 ou pelo e-mail [email protected] O sangue é insubstituível e sem ele é impossível viver. Por isso, o Ministério da Saúde reforça periodicamente a importância de os brasileiros adotarem a cultura solidária da doação regular e espontânea de sangue.

QUEM PODE DOAR? – Podem doar sangue pessoas entre 16 e 69 anos e que estejam pesando mais de 50kg. Além disso, é preciso apresentar documento oficial com foto e menores de 18 anos só podem doar com consentimento formal dos responsáveis. Pessoas com febre, gripe ou resfriado, diarreia recente, grávidas e mulheres no pós-parto não podem doar temporariamente. O procedimento para doação de sangue é simples, rápido e totalmente seguro. Não há riscos para o doador, porque nenhum material usado na coleta do sangue é reutilizado, o que elimina qualquer possibilidade de contaminação.
Os requisitos para doar sangue são estar com bom estado de saúde e seguir os seguintes passos: Estar alimentado; Evite alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação de sangue; Caso seja após o almoço, aguardar 2 horas; Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas; Pessoas com idade entre 60 e 69 anos só poderão doar sangue se já o tiverem feito antes dos 60 anos; A frequência máxima é de quatro doações de sangue anuais para o homem e de três doações de sangue anuais para as mulheres; O intervalo mínimo entre uma doação de sangue e outra é de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.

Comentários do Facebook